São Lourenço do Oeste faz trabalho de reabilitação com pacientes Pós-Covid

Nem sempre receber a notícia de que a Covid-19 foi curada significa que a pessoa se recuperou plenamente de todas as suas complicações. A síndrome Pós-Covid atinge milhões de brasileiros, de acordo com médicos e cientistas. Sintomas como falta de ar, fadiga, dificuldade de raciocínio, depressão e ansiedade são comuns.

Em São Lourenço do Oeste, a Secretaria de Saúde realiza trabalho em grupo para pessoas que passaram pela doença e ficaram com alguma sequela. O grupo é coordenado por fisioterapeuta e psicóloga e se reúne uma vez na semana, seguindo todos os protocolos de segurança.

A diretora de Relacionamento e Humanização da Secretaria de Saúde, Francielli Lígia Graciolli, conta que os pacientes atendidos têm entre 34 e 78 anos. “Com o passar do tempo fomos percebendo que, muito além do que se vivenciava dentro daquele período da doença, era a sequela que ela deixava”, diz a diretora, explicando a necessidade de dar suporte para estes pacientes também. “Nos grupos, avaliamos que, depois que os pacientes dividem as experiências, há uma diminuição no sofrimento, porque eles veem que outras pessoas passam pela mesma situação”, acrescenta.

No grupo com a psicóloga, os pacientes enfatizam a ansiedade e os traumas. Já na fisioterapia, o atendimento é individualizado. As pessoas que passaram pela Covid-19 podem buscar tratamento através da Unidade Básica de Saúde do seu bairro ou distrito.

Francielli diz que a expectativa da Secretaria de Saúde com relação à Covid-19 para maio é que haja uma diminuição nos casos e que não se tenha mais óbitos no município. Porém, alerta para que as pessoas sigam com as medidas básicas de saúde, como uso de máscara e álcool em gel.

Fonte: Assessoria de Comunicação

Categoria:NOTICIAS DA REGIÃO