PF faz operação contra o tráfico internacional de crianças recém-nascidas


A Polícia Federal deflagrou nesta sexta-feira (11/6) a Operação KINDER para reprimir o delito de tráfico internacional de pessoa para fim de adoção ilegal.

A ação de hoje visa cumprir mandado de busca e apreensão, expedido pela 4ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro, na residência da mãe da criança traficada, localizada no bairro de Anchieta.

As investigações tiveram início em 24/8/2020 e demonstraram que houve associação de esforços entre os participantes do esquema criminoso para viabilizar o registro ideologicamente falso de criança recém-nascida, de forma a constar como pai biológico um cidadão angolano, com cidadania portuguesa, mas residente na Alemanha.

Além disso, foi possível comprovar que a vítima deixou o Brasil em 11/2/2020, ocasião em que foi transportada para o território alemão.

Os suspeitos responderão pelo crime previsto no artigo 149 -A, IV, § 1º, I e IV do Código Penal, cuja pena máxima pode chegar a 8 anos de reclusão, aumentada de 1/3 até a metade.

O próximo passo dos policiais federais é levar os fatos ao conhecimento das autoridades alemães, por meio da Cooperação Jurídica Internacional.

*Com informações de Polícia Federal

Categoria:NOTICIAS DA REGIÃO